olá!!!

Espero que neste blog você possa sentir,ao ler meus textos um pouco da sua infância , dos seus amores um pouco de mim!!!
Ocorreu um erro neste gadget

quinta-feira, 6 de maio de 2010

Sinto sua falta...

Sinto sua falta...
Lembro dos passeios no parque
Da sua mão pousada sobre a minha
Lembro-me das frases apaixonadas
Proferidas com simplicidade
Sinto falta dos beijos doces e suaves
Profundos...intensos...
Lembro de como você me olhava de forma terna
Do modo como tocava os meus cabelos
Lembro-me do dia em que a chuva nos pegou desprevenidos
E, mesmo encharcados, rimos da situação...
Lembro-me do quanto ríamos da nossa própria “desgraça”
Sinto falta do jeito que me chamava
Do apelido que só você sabia
Lembro de como tudo era tão simples
E tão perfeito
Sorrio ao lembrar do teu sorriso
Choro com suas tristezas
Emociono-me com suas conquistas
Absorvo os seus sentidos
Sinto falta de como ficava nervoso
Quando o trânsito estava parado
Lembro de cada traço do teu rosto
Sinto falta da tua carinha de levado
Quando queria algo de mim
E não tinha certeza se podia pedir...
Adorava isto!
Sinto saudade quando cantávamos
As mais diversas canções
De amor e dor de cotovelo
Lembro-me da nossa primeira discussão...
Nossa! Como fiquei arrasada!
Lembro-me de como era bom acordar ao teu lado
E ver sua carinha amassada de sono
Lembro-me do dia em que escalamos aquela montanha
Que eu tanto queria conhecer
E, de lá, vislumbramos a mais linda paisagem
E sorrimos dizendo juntos:
Uaaaauuuu!
Lembro das nossas histórias contadas com entusiasmo
Lembro-me exatamente do dia
Em que me disse pela primeira vez:
- “Eu te amo”...
Sinto saudade do nosso sexo
Perfeitamente encaixados
Sinto falta do teu cheiro
Do teu gosto
Do teu suor em meu corpo
Do teu afago
Lembro de cada traço do seu rosto
De cada sinal do teu corpo
Sinto falta de você:
O amor que nunca tive

2 comentários:

  1. Se a saudade fosse um cadáver, muitos achariam melhor.

    ResponderExcluir
  2. Este texto no blog esta na integra!!!

    ResponderExcluir